domingo, 15 de maio de 2011

SERIA POSSÍVEL VIVER SEM REGRAS?

Com toda certeza não. Seria uma bagunça total. Impossível conviver em sociedade sem impor limites. Não aceitar as diferenças, não saber até onde podemos ir, seria um caos. As pessoas só viveriam brigando constantemente. Nós, já vemos divergências de idéias, sabendo até onde podemos ir, pior, se não existisse as regras da boa convivência...
Aprendemos na escola que o MUNDO divide-se em duas partes bastante distintas: MUNDO Ocidental e MUNDO Oriental. É sabido por todos que o mundo ocidental é mais liberal, mais tolerável, com as diferenças religiosas, por exemplo. Contudo, o mundo oriental é mais reservado, muito mais ligado as tradições religiosas.
Há regras em comum que são usadas em várias sociedade, porém, em outras não. Por exemplo, a maneira de viver das tribos indígenas é totalmente diferente (até mesmos entre as tribos indígenas) do homem branco (nós). O que é certo para nós, com toda certeza, será errado e estranho (vice e versa) para eles (imagine que loucura impor aos outros suas convicções, como foi o caso doa JESUÍTAS, que forçaram os índios a se tornarem cristãs, como se os elementos da natureza não fossem dádivas de DEUS).Que mal os índios faziam em acreditar que o sol e a lua fossem deuses?Agora, querer ensinar aos índios que era errado comer gente,aí, tudo bem! Risos.
Fugindo um pouco do assunto, ao escrever (será digitar?) este texto, me deu uma saudade do tempo de escola.Quando estudava História, ficava viajando no tempo...
Por mais que existam as leis de como conviver em sociedade e das leis civis que todos devem seguir,sempre haverá alguém que as transgredirá.Nem todos aceitam as leis morais transmitidas por nosso irmão Jesus Cristo e nem as leis criadas pelos juízes.As leis morais jamais serão mudadas, contudo, as leis do código penal, devem ser melhoradas, revisadas.Já pensou se até hoje, uma mulher fosse condenada (com o divórcio) judicialmente se o marido constata-se, ao casar, que a esposa não era mais virgem? Nos dias de hoje, haja divórcio! Risos.
As regras da boa convivência são tão simples, mas , as pessoas insistem (principalmente os jovens) em querer transgredi-las.Uma das bases da boa convivência é o respeito diante das diferenças de cada um, é aceitar que cada um têm sua própria opinião sobre diversas assuntos e que todos tem o direito de viver como deseja respeitando as leis.O que não pode acontecer é alguém partir para a violência porque alguém tem um a religião diferente da sua , usa roupas diferente, gosta de um time de futebol diferente do seu , é homosexual, é de outra etnia e.t.c.
Existem atitudes, ações, que você pode achar certo, mas, entretanto podem vim a machucar outras pessoas como por exemplo: um racha, zoar com mendigo, sair por aí com som alto do carro e.t.c.Por isso, o bom senso é sempre o mais correto para evitar desentendimento com a polícia, com a comunidade onde convive.Podemos ser quem queremos , sem, ferir os direitos dos outros e só usar a inteligência a nosso favor.
Ser jovem não é transgredir as leis,e sim, querer lutar para modificar as leis que estão ultrapassadas,correr atrás de coisas novas. Ao invés de lutar por coisas banais, por que não lutar por mais esporte nas escolas, cursos profissionalizantes? Progredir sempre, retroceder, jamais.
Jovens do nosso querido Brasil, vamos passar uma borracha na palavra rebeldia, escrever um novo futuro para este país, chega de pensarem que nada vai mudar, acreditem, só depende de vocês!O MARTIN LUTHER KING mostrou que é possível acabar com as injustiças.A união faz a força.E aí, preparados para buscarem seus sonhos?

Nenhum comentário: